sexta-feira, 30 de setembro de 2016

ASSALTO EM PENAMACOR

Rádio Cova da Beira

As instalações da superfície comercial “Mini Preço” em Penamacor foram assaltadas na última madrugada. Os meliantes terão furtado o conteúdo da máquina de tabaco. É a segunda vez que a situação se verifica num curto espaço de tempo.

Os assaltantes partiram um vidro para conseguir aceder ao interior do supermercado de onde subtraíram a máquina de tabaco que foi abandonada num terreno próximo do local depois de terem furtado o conteúdo do seu interior.
O caso já está a ser investigado pelas autoridades. Face a esta situação a superfície comercial não abriu as portas ao público na manhã desta sexta-feira.

Autor: Nuno Miguel in "Rádio Cova da Beira"

PENAMACOR: MEIO MILHÃO DE EUROS PARA REQULIFICAR TERMAS

Rádio Cova da Beira

A câmara municipal de Penamacor pretende requalificar as Termas de Fonte Santa, situadas na freguesia de Águas. Para além de requalificar a estrutura existente, o projeto prevê a ampliação do imóvel com a criação de alojamento local, com sete a oito quartos, no primeiro piso edifício.


Na última reunião pública, o executivo aprovou por unanimidade aprovar o parecer prévio para a prestação de serviços com vista à elaboração de projeto
“É um processo que temos candidatado ao Portugal 2020, que ainda não temos resposta, e avançamos com o projeto para o termos concluído e logo que se verifique a aprovação da nossa candidatura aos fundos comunitários podermos de imediato avançar”, refere o edil.

As Termas de Fonte Santa têm uma capacidade diária de 40 utentes e na última quinzena registou a presença de 38 pessoas “o nosso intuito é no mínimo duplicar a quantidade diária de utentes numa estrutura que queremos de fácil gestão em ternos de recursos humanos”, frisa António Beites que acrescenta “não queremos um investimento megalómano. Existe também uma componente social ligada à medicina através das valências terapêuticas do foro respiratório e dermatológico existentes onde continuamos a apostar”, conclui.

Autor: Paulo Pinheiro in "Rádio Cova da Beira"

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

PENAMACOR: TAXAS IMI E IRS APROVADAS

Rádio Cova da Beira

A câmara municipal de Penamacor aprovou por unanimidade continuar a cobrar a taxa mínima prevista na lei de Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) de 0,3%. A deliberação foi tomada na última reunião pública do executivo.

Aprovado foi também a aplicação de descontos no IMI para famílias com filhos. De acordo com o presidente da autarquia, a dedução será de 10% para famílias com um dependente, 15% para famílias com dois e 20% para famílias com três ou mais dependentes.
Para o chefe do executivo, nestes territórios as famílias continuam a necessitar do apoio municipal
“Somos territórios precisam muito do apoio municipal nesta área, temos um património elevadíssimo, inclusive parte dos nossos imóveis cujos proprietários fazem parte da nossa população flutuante e estar a penalizá-los não nos parece que seja uma boa medida”, disse
De acordo com António Beites, a câmara vai criar um sistema de incentivos à requalificação “esperando que com o conjunto de todos benefícios possamos elevar o nível da auto estima da população pela sua terra”.
Os vereadores do Movimento Juntos Por Penamacor votaram favoravelmente a proposta, mas Pedro Folgado, vereador daquela banca, lembrou um tema que desde o início do mandato tem colocado em cima da mesa
“É referente à majoração da taxa do IMI para os imóveis degradados. É algo que desde o primeiro dia temos vindo a defender, é um problema muito grave que temos no centro das localidades, em todo o concelho”.
A este propósito, o presidente da câmara anunciou para 2018 uma penalização na taxa do IMI para os imóveis degradados
“Faz todo sentido. Considerando que no próximo ano iremos avançar com a empreitada para reabilitar toda a zona histórica de Penamacor, o turista que nos visite pelo aprazível espaço público, após a intervenção, que não tenha surpresas desagradáveis quando chegar aquela área com inúmeros imóveis degradados como hoje acontece. O intuito passa por oferecer benefícios fiscais mas quem não aproveite é majorada em termos de penalização na taxa do IMI”, afirma António Beites.
Aprovada por maioria, com os votos contra dos dois vereadores da oposição, foi a proposta apresentada pelo presidente da autarquia quanto à participação do IRS em 2017. O município abdica de um por cento da taxa de IRS – Imposto sobre o Rendimento de Pessoas Singulares para o ano o próximo ano, e o valor dos restantes quatro por cento canaliza-o para o pagamento de manuais escolares para crianças e jovens que estudem no concelho (primeiro ciclo até ao 12º ano) e reforça o montante para os bombeiros.
Uma medida que não segue o princípio adotado para o IMI, afirma o vereador do Movimento, Pedro Folgado
“ Lamentamos que o princípio para o IRS não seja o mesmo seguido para o IMI e assim cobrar a taxa mínima aos residentes do concelho porque seria bom para toda a gente. Já o ano passado sugerimos a implementação de um banco de livros que custaria menos ao município e teria o mesmo efeito para os alunos”.
Reconhecendo que o Governo paga os manuais escolares “uma excelente medida que espero se alargue a todo o primeiro ciclo pelo elenco que governa o país em prol da defesa da escola pública ”, o presidente da autarquia esclareceu que “a câmara faz o complemento para os restantes cadernos e fichas que não estão incluídas na medida governamental”.

Autor: Paulo Pinheiro in "Rádio Cova da Beira"

terça-feira, 27 de setembro de 2016

LINCE IBÉRICO NA MALCATA: RENASCE A ESPERANÇA

Rádio Cova da Beira
Os municípios de Penamacor, Sabugal, Castelo de Vide e a EDIA (Empresa de Desenvolvimento de Infraestruturas do Alqueva) integram um projeto que pretende reintroduzir o felino mais ameaçado do mundo, na Malcata. Depois da exclusão pelo anterior Governo daquela área natural do porjhteo Life+Iberlince, medida fortemente criticada pelos autarcas, há novamente uma "luz ao fundo do túnel".

Chama-se "Linx 2020" o projeto de reintrodução do lince ibérico nas serras da Malcata, São Mamede e Moura /Barrancos via sr candidatado oa Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Usos de Recursos (POSEUR), através de um aviso destinado à preservação do lince-ibérico, e prevê um investimento de um milhão de euros. A informação foi prestada pelo presidente da câmara municipal de Penamacor na última reunião público do executivo. 
António Beites espera que a candidatura  seja aprovada até final do ano para que em 2017 possam ser implementadas medidas no terreno "para que nos próximos anos possamos criar novamente condições para o habitat  e o lince-ibérico possa ser reintroduzido na Serra da Malcata", refere o edil.
O projeto prevê a criação requalificação de cercados para a reprodução do coelho bravo, principal alimento do lince, a criação de mouroços, a realização de sementeiras e ações de controlo das espécies predadoras. Em Sabugal já existe um parque de reprodução de coelho bravo pronto a entrar em funcionamento enquanto em Penamacor é necessário reabilitar o existente.
De acordo com o presidente da câmara municipal de Penamacor, o "Lindx 2020" é um processo diferente do "Life+Iberlince" (que também promove a reintrodução do lince na Península Ibérica), do qual a Malcata acabaria afastada pelo anterior Governo, "mas temos parâmetros de comuns porque só faz sentido casando uma coisa com a outra" acrescentando que "era excelente para todos nós se, no futuro, conseguíssemos comprovar ter desligado a Malcata do programa Life foi um erro na anterior legislatura  governativa", defende o presidente da câmara de Penamacor.
António Beites destaca a vertente turística que o regresso do lince-ibérico à Malcata pode trazer à região "queremos voltar a tê-lo nos nossos territórios, até pelo elevado potencial turístico que lhe pode estar associado" .
Na reunião pública da câmara, Pedro Folgado, vereador do Movimento Juntos Por Penamacor, não deixou passar a oportunidade para garantir
"Se alguém defende  a reintrodução do lince-ibérico na Serra da Malcata somos nós (vereadores da bancada da oposição) que sempre demos todo o apoio ao presidente da câmara para todas as medidas desenvolvidas". Quanto ao afastamento da Malcata do projeto Life "lamentamos que assim tenha acontecido".

Autor: Paulo Pinheiro in "Rádio Cova da Beira"

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Penamacor: Salvador queixa-se da recolha do lixo

A junta diz que a recolha fica por fazer se o contentor estiver a meio. O Reconquista foi ver o que se passa em outras freguesias do concelho.

No Salvador o lixo acumulou-se em vários contentores. Foto JFS

Autor: José Furtado in jornal "A Reconquista"

TARDE DESPORTIVA

Rádio Cova da Beira

Na 2ª eliminatória da Taça de Portugal dos 5 clubes do distrito passam à 3ª eliminatória 4: Sp.Covilhã, Benfica C.Br., Sertanense e V.Sernache. Fica pelo caminho a única equipa dos distritais, o Alcains. Na 1ª jornada do campeonato distrital o destaque vai para o triunfo folgado do Águias do Moradal em V.V.Ródão e nas restantes partidas imperou o factor casa.

TAÇA DE PORTUGAL - 2ª ELIMINATÓRIA

BENFICA C.BRANCO 3-1 SANTA EULÁLIA
29' 1-0 Edgar
35' 1-1 Simão
46' 2-1 Abul Seidi
62' 3-1 Gilson Varela
Apesar de ter passado por alguns sobressaltos, como era de esperar, o Benfica e Castelo Branco garantiu presença na 3ª eliminatória da prova rainha, depois de um triunfo que não sofre contestação. Os encarnados não fazendo um jogo brilhante jogaram mais e melhor que o seu adversário e por isso merecem seguir em frente.
Segue-se o campeonato, com os albicastrense a receberem o Vitória de Sernache. 

SERTANENSE 2-1 LUS. VILDEMOINHOS
26' 1-0 Grinood
43' 1-1 Hélder Rodrigues
A partida vai para prolongamento
97' 2-1 Vítor Martelo
99' Vítor Martelo falha uma grande penalidade
Foi com alguma dificuldade que os homens da Sertã conseguiram a passagem a próxima eliminatória. Começaram bem, mas depois deixaram que a equipa de Viseu se impusesse no jogo e só mesmo no prolongamento o Sertanense conseguiu desatar o nó deste jogo.
No regresso ao campeonato a equipa da Sertã vai jogar no difícil terreno da U. Leiria

CAMACHA 1-1 V. SERNACHE
9' 0-1Marco Grilo
A partir dos 70' o Vitória ficou reduzido a 10 por expulsão de Serginho.
76' 1-1 Macieira

O jogo vai para prolongamento
No prolongamento nada se decidiu e foi mesmo a partir da marca dos 11 metros que a equipa de António Joaquim garantiu a passagem à 3ª eliminatória da Taça de Portugal. Os homens da Sertã converteram quatro, por David, Samuel, Gonçalo e Ebra, contra 3 da equipa madeirense.
O Vitória esteve muito bem na primeira parte e durante os primeiros minutos da segunda, mas a expulsão de Jorginho, aos 70', podia ter deitado tudo a perdeu. Os madeirenses chegaram à igualdade e a partir dai tornou-se difícil chegar com sucesso perto da baliza dos da Camacha. Nos penaltis a roleta podia tombar para qualquer dos lados, ainda bem que tombou para o Vitória.
Domingo o Sernache tem deslocação difícil ao terreno do Benfica da capital de distrito, no regresso do campeonato. 

ALCAINS 0-4 LIMIANOS
32' 0-1 Chibas
66' 0-2 Rafa
90' 0-3 Lane
90+3 0-4 Kiko

Já se sabia que era difícil para os comandados de João Laia. O Adversário tem outros argumentos, que colocou em campo, e por isso o resultado não deixa de ser o que se previa, ainda que tenha sido por números algo exagerados.
O Alcains que adiou a partida da primeira jornada do Campeonato Distrital, com o Idanhense, para o dia 5 de Outubro, estreia-se no campeonato na cidade do Fundão ante o C.Ac.Fundão, no próximo domingo.

GD JOANE 0-1 SP. COVILHÃ
47' Davidson 

Foi a primeira vitória dos serranos na presente temporada - não conta o jogo da taça da liga, porque não se decidiu no tempo regulamentar - perante um adversário dos campeonatos distritais mas que mostrou na partida desta tarde muita garra e muita vontade em complicar a tarefa dos serranos. O Sporting da Covilhã venceu, mas voltou a não convencer. Está, seguramente, a faltar confiança aos atletas para não conseguirem explanar todo o seu potencial futebolístico.

No regresso à segunda liga o SCC vai jogar no próximo domingo em Guimarães, com a equipa B do Vitoria, três dias depois recebe a Académica, pelas 15h30, no acerto do calendário e quatro dias depois vai jogar com o Famalicão para a Taça da Liga. Vão ser três jogos de grande exigência, numa semana.

CAMPEONATO DISTRITAL - 1ª JORNADA

PROENÇA 1-0 IPCB
83' 1-0 Jakas 

PEDRÓGÃO 2-1 BELMONTE
42' 1-0 Edmilson
70' 1-1 Miguel
73' 2-1 Edmilson 

V.V.RÓDÃO 0-3 ÁGUIAS MORADAL
16' 0-1 Ricardo Pires
36' 0-2 Vijai
87' 0-3 Vijai 

ATALAIA DO CAMPO 1-0 C.AC.FUNDÃO
69' 1-0 Tiago Felizardo

No arranque do Campeonato Distrital o Águias do Moradal foi quem se destacou na jornada, com a vitória folgada no sempre difícil terreno do Vila Velha de Ródão. Uma vitória convincente e que deixa antever que a formação do Estreito está no distrital para o vencer. O Proença venceu o IPCB, num jogo que o próprio resultado deixa indicações de que foi muito difícil. Em Pedrógão a equipa da casa impôs-se ao Belmonte, com um triunfo tangencial mas seguramente muito importante para o clube do concelho de Penamacor. No derby do concelho do Fundão, entre dois clubes que ficaram muito fragilizados depois da sangria que sofreram nos seus planteis, a Atalaia terá sido mais feliz que o CAF e a diferença esteve no grande golo de Tiago Felizardo.

No próximo domingo jogam: Belmonte-Proença, Águias do Moradal - Pedrógão, Idanhense - V.V.Ródão, C.Ac.Fundão - Alcains e AD Estação - Atalaia do Campo. 

FUTSAL - TORNEIO ELITE AO CENTRO - jogo 3º e 4º

A.D FUNDÃO 3-3 AZEMÉIS FUTSAL  -  Resultado no tempo regulamentar  - 2-3 em penaltis
A Desportiva realizou o 5º jogo da pré época e voltou a não ser feliz. Cria muitas situações para marcar mas a grande dificuldade que se está a colocar à equipa é a falta de eficácia. Na partida desta tarde para atribuição do 3º e 4º lugares, a equipa de Oliveira de Azeméis chegou ao intervalo a vencer por 3-1, com Eskerda a marcar quando a ADF já perdia por 2-0. Na segunda parte os fundanense estiveram melhor, principalmente na concretização, tendo chegado à igualdade com golos de Noé Pardo e João Baptista. A marcha do marcador não se alterou e foi na conversão de grandes penalidade s que o Azeméis levou a melhor sobre a Desportiva, ao converter as três grandes penalidades contra apenas duas dos fundanenses
No próximo fim de semana a Desportiva vai participar num outro torneio em Vagos, juntamente com Sporting, S. João e Covão Lobo. A equipa fundanense joga sábado, pelas 16h30 com o S. João e às 18h30 jogam Sporting e Covão Lobo.

Autor: José Joaquim Ribeiro in "Rádio Cova da Beira"

GASÓLEO PROFISSIONAL: PENAMACOR RECLAMA O MESMO BENEFÍCIO

Rádio Cova da Beira

"Sem barulho na rua" a câmara municipal de Penamacor vai junto do Governo mostrar o seu descontentamento pelo facto do concelho não ter sido incluído na fase do experimental do regime de gasóleo profissional nas zonas de fronteira.

"Eu e outros autarcas não podemos estar satisfeito com a medida dado que Penamacor tem uma belíssima fronteira com Espanha, em Valverde Del Fresno, e iremos junto do poder central  fazer ver esse nosso descontentamento", disse António Beites que respondia ao vereador do Movimento Juntos Por Penamacor, Pedro Folgado, que levantou o assunto à reunião pública do executivo. O autarca da oposição quis saber quais as diligências que a maioria fez, nomeadamente "saber se essa redução vai ser alargada a toda a zona raiana, já que mas não seja a Penamacor, que era simpático, ou se está a pensar tomar outra decisão.´
Admitindo que a decisão tem custos para o Estado e que o tempo de de controlo do défice, para o presidente da câmara municipal de Penamacor "esta zona de fronteira tem que ser vista como as outras que estão a usufruir do benefício e que não haja aqui discriminações" acrescentando que a definição de zona de fronteira não deve ser quantificada em função do volume de tráfego que nelas transitam "porque aí estaríamos claramente a discriminar as fronteiras mais pequenas. Queremos que este assunto seja feito de forma que haja justiça para todos", defende o edil.
Foi em Vilar Formoso, no passado dia 15 de setembro, que o Governo lançou o período experimental de aplicação do regime de gasóleo profissional nos postos de combustíveis fronteiriços esperando que em janeiro de 2017 o sistema funcione em todo país.

Autor: Paulo Pinheiro in "Rádio Cova da Beira"

“AINDA FALTA MUITO TEMPO”

Rádio Cova da Beira

É a reação do presidente da câmara municipal de Penamacor acerca da sua recandidatura ao cargo, em 2017. António Beites refere que esta não é a altura certa para falar do assunto “até porque estamos numa fase de arranque do Portugal 2020, apanhámos uma fase de transição em que os fundos comunitários não eram muitos, temos várias projetos e candidaturas aos fundos comunitários e grande parte delas estarão no terreno no próximo ano e na altura certa faremos a análise do mandato”.

O edil sublinha que o executivo “está a trabalhar com grande empenho e temos projetos que irão para além de 2018”. Questionado acerca da diretiva do PS em, caso queiram, recandidatar os atuais presidentes de câmara nas eleições de 2017, o autarca de Penamacor afirma ser necessário avaliar a opinião das pessoas de Penamacor, mas, recorda, “estamos a elaborar um projeto “Estratégia 25” para os próximos anos, que irá ser apresentado muito brevemente e há três anos apresentámos ao eleitorado uma estratégia que não era de curto prazo”, sustenta.
Confrontado com as recentes declarações, à Rádio Cova da Beira, do ex-presidente da câmara de Penamacor, Domingos Torrão, que refere que “é nula” a motivação de avançar com uma candidatura às autárquicas de 2017 “ainda estamos muito longe desse acto eleitoral e por enquanto nada me motiva para o efeito. Acho que já dei o meu contributo para isso. Dificilmente me verei novamente ligado a uma situação dessas”, António Beites assegura não ter ficado surpreendido
“No concelho de Penamacor, temos um trabalho que diverge em várias áreas. O anterior presidente da câmara teve o seu desempenho autárquico durante muitos anos em prol deste território (Penamacor). Hoje tem responsabilidades na ação social na maior instituição de apoio social do concelho (lar D, Bárbara Tavares da Silva) e respeito a sua intenção de recandidatura à presidência da instituição. Não me surpreende esta decisão, até pelo trabalho desenvolvido nos últimos anos, e nós cá estaremos para prestar o devido apoio”, conclui António Beites.

Autor: Paulo Pinheiro in "Rádio Cova da Beira"

PENAMACOR VAI LIDERAR PROJETO PARA REINTRODUÇÃO DO LINCE-IBÉRICO

Penamacor vai liderar um projeto de reintrodução no lince-ibérico nas serras da Malcata, de São Mamede e na área de Moura/Barrancos e cujo investimento global previsto é de um milhão de euros.

De acordo com o presidente da Câmara de Penamacor, António Luís Beites, este projeto envolve ainda os municípios do Sabugal (distrito da Guarda) e de Castelo de Vide (distrito de Portalegre), bem como a EDIA - Empresa de Desenvolvimento e Infraestruturas do Alqueva.
"Todos gostamos muito do nosso lince-ibérico e, naturalmente, queremos voltar a tê-lo nos nossos territórios, até pelo elevado potencial turístico que lhe pode estar associado", afirmou o presidente deste município do distrito de Castelo Branco, que partilha com o Sabugal a área territorial da Reserva Natural da Serra da Malcata, desde sempre associada ao lince-ibérico.
Denominado "Linx 2020", o projeto será candidatado ao Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR), no âmbito da abertura de um aviso que se destina exatamente à preservação do lince-ibérico.
"Esperamos que esta candidatura possa ser aprovada até ao final do ano para que em 2017 já possamos implantar medidas no terreno, de modo a podermos criar novamente condições de habitat natural para que o lince-ibérico volte a ser reintroduzido nestes territórios", referiu.
António Luís Beites explicou que o projeto prevê a concretização de várias ações que devem criar condições que permitam a reprodução e proliferação do coelho bravo, principal alimento do lince ibérico.
Entre as medidas delineadas estão a construção e requalificação de cercados para a reprodução do coelho bravo, a criação de morouços, a realização de sementeiras e ações de controlo das espécies predadoras.
A entrada em funcionamento do parque de reprodução de coelho bravo que já foi construído na área do Sabugal, a reabilitação do parque existente na área de Penamacor e a construção de um terceiro parque, caso se justifique com a implementação do projeto, também serão elencadas no projeto.
"Temos de criar condições para que o coelho bravo volte a proliferar e, portanto, implantaremos também um plano de ordenamento, controlo e monitorização do coelho bravo (...), visando saber quando é que será possível proceder à reintrodução do lince", acrescentou o autarca.
Segundo especificou, este é um projeto autónomo, mas que não deixará de entroncar no que já estava delineado no programa "LIFE+Iberlince", que promoveu a reintrodução do lince na Península Ibérica, mas que acabou por não abranger o território da Serra da Malcata como estava inicialmente previsto.
"Apesar de ser um processo diferente, obviamente que temos de ter parâmetros comuns porque só faz sentido casando uma coisa com a outra. E, sinceramente, creio que era excelente para todos nós se, no futuro, conseguíssemos comprovar que ter desligado a Malcata do programa LIFE foi de facto um erro cometido na anterior legislatura", afirmou.
CYC // SSS
Lusa
In "Sapo 24"

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

“A MOTIVAÇÃO É NULA”

Rádio Cova da Beira

Domingos Torrão não se sente motivado para regressar à vida política activa. Presidente da câmara municipal de Penamacor entre 2001 e 2013, depois de anteriormente ter desempenhado funções como vereador e vice presidente da autarquia, Domingos Torrão afirma que muito dificilmente pode equacionar o cenário de um regresso a cerca de um ano da realização das próximas eleições autárquicas.

Em declarações à RCB o antigo autarca afirma que “ainda estamos muito longe desse acto eleitoral e por enquanto nada me motiva para o efeito. Acho que já dei o meu contributo para isso, conhece as lides autárquicas e também a forma como o estado central continua a olhar o poder local. Dificilmente me verei novamente ligado a uma situação dessas”.
Domingos Torrão não quis fazer qualquer comentário sobre o trabalho realizado pelo actual executivo, sublinhando apenas que tem optado por acompanhar à distância a vida política do concelho “sou militante do Partido Socialista e vou acompanhando à distância para às vezes não pensarem que me estou a imiscuir em alguma coisa mas não mais que isso até porque o lar D. Bárbara Tavares da Silva já me dá e sobra uma vez que é uma instituição onde há ainda muito para fazer. Vamos aguardar até ao próximo ano, ainda falta muito tempo mas a motivação para isso é nula”.

Autor: Nuno Miguel in "Rádio Cova da Beira"

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

TARDE DESPORTIVA

Rádio Cova da Beira

Neste domingo o Benfica e C.Branco teve a sua primeira escorregadela em sua própria casa. O Sertanense continua imparável, só têm vitórias, o Sernache e o Oleiros também perderam em casa, para o Campeonato de Portugal. Na Taça de Honra José Farromba o destaque vai para a goleada do Alcains no Estreito.

Taça de Honra José Farromba - 1ª jornada - 16 horas

A Taça de Honra desta temporada tem a particularidade de contar, no seu regulamento, com a obrigatoriedade de se marcarem três grandes penalidades para cada equipa, qualquer que seja o resultado que se verifique nos 90 minutos regulamentares.

SÉRIE A

C.Ac. Fundão 0-2 Idanhense - 0-2 em penaltis
60' 0-1 Rondão
85' 0-2 Vieira 

AD Estação 1-2 Pedrógão - 1-3 em penaltis
2' 0-1 Gonçalo Brandão
46' 1-1 Afonso Gomes
67' 1-2 James 

Atalaia do Campo 2-2 Belmonte - 1-3 em penaltis
30' 0-1 Luís Proença
38' 0-2 Filipe Rodrigues
42' 1-2 Titã. g/p
90+2 2-2  Velho g/p

Na série A o C.U.Idanhense, que regressou à competição, após largos anos de ausência, deslocou-se ao Fundão e venceu o CAF, por 2-0, repetindo o resultado a partir da marca dos 11 metros. O Pedrógão foi ao complexo da ADE vencer a equipa covilhanense e também juntou o triunfo na marcação de penaltis, a Atalaia do Campo conseguiu, já em p+eríodo de descontos chegar à igualdade, mas perdeu nos penaltis.


SÉRIE B

Águias Moradal 0-3 Alcains - 4-3 em penaltis
60' 0-1 Fábio Brito
62' 0-2 Yero
75' 0-3 Lourenço

V.V.Ródão 1-1 Proença - 3-1 em penaltis
61' 1-0 Zé Tó
70' 1-1 Nuno Alves

O Alcains foi ao Estreito surpreender o Águias, e logo com um resultado bem convincente. Na marca das grandes penalidades a equipa da casa foi mais assertiva e marcou 4 contra 3 do CDA. Em V.V.Ródão o empate ajusta-se, tendo em conta que não foi um jogo muito bem jogado, quer por uma quer por outra equipa. Nos penaltis a equipa da casa levou a melhor.
No próximo fim de semana tem inicio o campeonato distrital e o Alcains vai ter que adiar o seu jogo, com o Idanhense porque vai ter realizar o jogo da 2ª eliminatória da Taça de Portugal, no Trigueiros de Aragão, com o Limianos. Os jogos que se vão realizar na 1ª jornada são: Proença - IPCB, Pedrógão - Belmonte, V.V. Ródão - Águias do Moradal e Atalaia do Campo - C.Ac.Fundão.


CAMPEONATO DE PORTUGAL SÉRIE E - 17 horas

Benfica C.Br. 1-2 Operário
22' 0-1 Fábio Gomes.
52' 0-2 Gonçalo Reis
67' 1-2 Adul Seidi
O Benfica deixou-se surpreender em pleno Vale do Romeiro, numa tarde em que os albicastrenses se mostraram muito intranquilos e com vários jogadores em muito baixo rendimento. Em duas jornadas o Benfica perde cinco pontos, deixando os seus adeptos muito desconfiados em relação ao valor da equipa. Urge ser mais consistentes para que as surpresas não voltem a acontecer.
O campeonato sofre mais uma paragem, para que se realizem os jogos da 2ª eliminatória da Taça de Portugal e o Benfica vai receber a formação do Santa Eulália de Vizela.

V.Sernache 0-1 U. Leiria
6' 0-1 Ernest
Não era expectável o resultado que se verificou nesta partida. O Vitória bem tentou mas o Leiria, que encetou a recuperação no último jogo com o Benfica e Castelo Branco, soube ganhar vantagem no marcador e soube, também, tapar os caminhos da sua baliza perante as investidas do Sernache.
Na próxima semana o Vitória vai até à Madeira para jogar com a Camacha para a Taça de Portugal.

Sertanense 3-0 Carapinheirense
21' 1-0 Grinood
36' 2-0 Mauro
90+2 3-0 Amâncio
O Sertanense está imparável. Quatro jogos quatro vitórias. A equipa da Sertã lidera a série isolado e isso confere-lhe uma importante confiança, que se reflecte nos resultados obtidos.
Para a Taça de *Portugal a equipa sertanense vai receber no Marques dos Santos a formação de Viseu do Lusitano de Vildemoinhos. 

Oleiros 0-1 Sp.Ideal 
33' 0-1 João Bruno 
Era um jogo para somar pontos mas o Oleiros não conseguiu  encontrar os caminhos que o levassem a ter um melhor desempenho. Não sendo preocupante, por ainda se estar no inicio, mas, para que a manutenção possa ser o grande objectivo, é necessário que alguma coisa seja feita para inverter este tipo de resultados.
O Oleiros já está fora da Taça, por isso terá mais tempo para se preparar para o jogo que vai ter que realizar na Figueira da Foz, quando se reatar o campeonato.

Autor: José Joaquim Ribeiro in "Rádio Cova da Beira"

ARANHAS RECRIA DESCAMISADA

Rádio Cova da Beira

A freguesia de Aranhas, no concelho de Penamacor, reviveu uma das mais antigas tradições da aldeia; a descamisada. Na horta do barrocal da raposa cerca de uma centena de pessoas marcaram presença neste acto, que consiste em tirar as folhas que envolvem a maçaroca do milho em trabalho comunitário, terminando o dia com uma ceia doce.

Lopes Marcelo, responsável pela organização do evento, sublinha que esta é uma tradição que tem vindo a perder impacto junto da população e que importa recuperar “a descamisada, enquanto tradição cultural e organizada desta forma, caiu um pouco em desuso mas o que importa é valorizar as tradições naquilo que tem de mais genuíno e dar-lhe vida para que as novas gerações também se apercebam destes testemunhos culturais. É algo para poder fazer nos próximos anos com calma porque esta tradição é algo que diz muito à memória cultural do nosso povo”. 
Espectador atento desta iniciativa foi o presidente da assembleia municipal de Penamacor, natural daquela aldeia. Anselmo Cunha sublinha a importância deste tipo de iniciativas para transmitir a sua importância às gerações vindouras “eu valorizo muito este tipo de manifestações da cultura local e em particular da minha terra porque revisitam uma matriz cultural que infelizmente está em vias de extinção. Sei bem que a sociedade é dinâmica e que esta matriz dará lugar a outra mas esta é uma tradição que faz parte de um quadro cultural que importa preservar e transmitir”:
Ilidia Cruchinho, vereadora com o pelouro da cultura na câmara de Penamacor, sublinha a importância desta iniciativa à semelhança de outras que decorrem em várias freguesias do concelho sempre com o objectivo de preservar as tradições “todas estas iniciativas que vão surgindo em várias freguesias são sempre momentos muito interessantes e que importa valorizar; tivemos aqui uma excelente noite e os votos que faço é que esta iniciativa continue porque se trata de um trabalho muito válido e que vai deixar este legado para as futuras gerações porque é assim que conseguimos preservar as nossas tradições e mostrá-las aos mais novos”.

Autor: Nuno Miguel in "Rádio Cova da Beira"

RECANDIDATURA ASSUMIDA

Rádio Cova da Beira

Domingos Torrão vai recandidatar-se à presidência da direcção do lar D. Bárbara Tavares da Silva, em Penamacor. O acto eleitoral vai ser marcado até final deste ano mas o actual líder directivo já decidiu que vai recandidatar-se ao cargo com o objectivo de terminar alguns projectos que estão em curso na instituição.

“A principal razão desta recandidatura é o facto de poder levar por diante aquilo que ainda falta fazer na instituição; foi feito um longo trabalho ao longo dos últimos anos, temos cerca de 140 utentes nas duas valências e temos pela frente o novo quadro comunitário que não há maneiras de estar em velocidade de cruzeiro para a economia social e para o resto. Grande parte da equipa que actualmente está nos órgãos sociais também está comigo e por isso até final do ano o processo eleitoral será desencadeado”.

Actualmente o lar tem 141 utentes, dos quais 30 estão na unidade de cuidados continuados da instituição, na quinta da Senhora do Incenso. A requalificação dos dois edifícios é apontada por Domingos Torrão como a grande prioridade para um novo mandato “queremos avançar com a remodelação da unidade da quinta da Senhora do Incenso e também do próprio lar em Penamacor uma vez que já fizemos algumas alterações mas cada vez mais os utentes tem outro tipo de necessidades e estamos a contar com o quadro comunitário para nos podermos abalançar nessas obras”.

Autor: Nuno Miguel in "Rádio Cova da Beira"

sexta-feira, 2 de setembro de 2016

PENAMACOR ATRAI COMUNIDADE ESTRANGEIRA

Rádio Cova da Beira

A comunidade estrangeira em Penamacor está a crescer. São cerca de uma centena de ingleses, belgas, alemães, que escolheram aquele concelho raiano para viver, aproveitando oportunidades de venda de pequenas quintas, sobretudo a sul de Penamacor.

“São essencialmente nórdicos que têm aproveitado a compra de algumas quintas que se encontravam à venda a sul do concelho, e poderem disfrutar da enorme qualidade de vida que o concelho pode oferecer, não só pelas condições climatéricas que são muito mais favoráveis durante todo o ano mas também pela qualidade de vida que as nossas freguesias oferecem”.
Um crescimento que levou já a criação e legalização de uma associação a quem a autarquia vai ceder uma sede para ser o ponto de encontro de partilha de problemas comuns. Segundo António Beites, a câmara de Penamacor vai continuar a reforçar o apoio que presta já a nível técnico a esta comunidade “estimamos uma comunidade com perto de uma centena de pessoas, essencialmente a sul onde estão a recuperar pequenos imóveis e quintas, é um apoio que vamos reforçar até porque o retorno económico para o concelho o justifica”.
Segundo o autarca, apesar de inicialmente a procura de terrenos e quinta ser de pessoas mais idosas, o fenómeno tem conhecido uma inversão “e temos hoje já muitos jovens a instalarem-se em Penamacor, alguns já com filhos que vão frequentar as nossas escolas no próximo ano lectivo, é uma comunidade que está a crescer e cresce também a possibilidade da redução da população de Penamacor não ser tão drástica”.
Considerado um dos concelhos mais envelhecidos do país, Penamacor vê na comunidade estrangeira uma esperança de travar o decréscimo da população.

Autora: Paula Brito in "Rádio Cova da Beira"

quarta-feira, 31 de agosto de 2016

CIMO DE VILA GANHA DUAS PRAÇAS

Rádio Cova da Beira

Projecto de requalificação do cimo de vila, em Penamacor, prevê a criação de um largo na envolvente à torre de menagem e uma praça junto ao pelourinho. São dois novos espaços públicos que vão surgir na zona história da vila que vai ser completamente requalificada.

“Desde as infraestruturas básicas à substituição de toda a rede de iluminação pública e telecomunicações, vamos reabilitar espaços públicos fora das vias nomeadamente na praça junto ao pelourinho e uma nova praça na envolvente à torre de menagem, ou seja uma requalificação integral de todo o cimo de vila”. A torre do relógio e a casa de câmara são dois dos edifícios públicos que também serão requalificados ao abrigo desta intervenção cujo projecto está em fase de conclusão para poder ser candidatado durante o próximo mês. Para já, em Setembro será lançado o concurso público para a requalificação das ruas de acesso ao cimo de vila “a rua das escadinhas, a rua da igreja matriz até à igreja da misericórdia, as ruas paralelas que intermedeiam estas duas e também as artérias até à casa Ribeiro Sanches”.
António Beites espera que o investimento privado acompanhe o investimento público “já temos aprovados os benefícios fiscais para a ARU de Penamacor onde a zona histórica está toda incluída e posso dizer-lhe que até agora já entraram mais projectos de reabilitação particular de habitações no nosso departamento técnico do que durante o ano passado todo, e esperamos que durante o próximo ano possamos ter intervenções de âmbito particular nesta zona que agora vai ser requalificada”.
O concurso para as obras de requalificação das ruas de acesso ao cimo de vila será lançado em Setembro, no próximo mês fica também concluído o projecto de requalificação de toda a zona histórica, que o autarca gostaria de ver em obra durante o próximo ano.

Autora: Paula Brito in "Rádio Cova da Beira"