quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Penamacor: Morreu o milionário que já foi “pelintra”

A morte de Rui Gaudêncio Vaz aconteceu por afogamento, depois de ter caído na piscina de um restaurante.

Rui Vaz era porta-estandarte da banda de Aldeia de João Pires


O homem que há oito anos saltou para as capas dos jornais por ter ganho mais de um milhão de euros no Euromilhões morreu na manhã de domingo aos 52 anos.
Rui Gaudêncio Vaz residia na aldeia de Salvador, no concelho de Penamacor, e encontrava-se em Penha Garcia, no concelho vizinho de Idanha-a-Nova.
A morte aconteceu por afogamento, depois de ter caído na piscina de um restaurante.
Não sabia nadar e os bombeiro que chegaram ao local já pouco puderam fazer.
A vida de Rui Gaudêncio Vaz mudou na sexta-feira santa de 2009, quando acertou em cinco números e uma estrela no sorteio do Euromilhões, ganhando um milhão, setenta e sete mil e novecentos e vinte e dois euros.
Uma sorte grande para um homem então com pouco mais de 40 anos e que só tinha conhecido dificuldades.
Não sabia ler ou escrever e na aldeia era conhecido como Rui “Pelintra”, alcunha que foi prontamente substituída por “Milionário”.
Dias depois de ter ganho o prémio confessava ao Reconquista não estar “a ver ainda bem” quanto é que tinha ganho, apesar de toda a gente já saber.
Jogava de vez em quando no Euromilhões e os números saiam da máquina.
As únicas excentricidades conhecidas são a compra de uma concertina e a melhoria da habitação.
Rui voltou a ser notícia em 2014 quando ofereceu uma carrinha a uma banda filarmónica.
Manuel Lopes, o maestro da União de Aldeia de João Pires, recorda que aconteceu quando o amigo se apercebeu das dificuldades de transporte desta banda centenária do concelho de Penamacor.
Rui já fazia parte da banda mas não sabia tocar um instrumento mas foi aceite como porta-estandarte.
“Ele delirava, tinha um brilho nos olhos sempre que acompanhava a banda” lembra o amigo.
A banda tirava-o do ambiente de tasca, que não era o melhor para quem tinha vários problemas de saúde.
Rui Gaudêncio Vaz tinha problemas cardíacos e diabetes, que nos últimos tempos já impediam o acompanhamento da banda.
Manuel Lopes recorda que falava de quase tudo com o seu porta-estandarte menos de dinheiro.
“Se me perguntarem quanto é que ele tinha eu não sei”, garante.
O funeral de Rui Gaudêncio Vaz realizou-se na terça-feira.
A banda, que tinha um compromisso longe da terra, vai fazer-lhe a homenagem devida.
Rui Gaudêncio Vaz era solteiro e não tinha filhos.

Autor: José Furtado in jornal "A Reconquista"

AFCB: COMPETIÇÕES VÃO TER 11 EQUIPAS

Rádio Cova da Beira

Com a participação do Sertanense B, Campeonato Distrital e Taça de Honra "JF" da AF Castelo Branco da 1ª divisão 2017- 2018 vão ter onze equipas. A confirmação foi dada à RCB pelo presidente da direcção Manuel Candeias. "Confirmo de facto esse número de equipas, uma vez que após as diligências feitas junto do clube, o Sertanense B decidiu aceitar e vai participar nas provas." Disse à RCB.

Em declarações à Rádio Cova da Beira, o dirigente refere que " saúdo o regresso da equipa da Zona do Pinhal, mas também gostaria muito que a AD Estação pudesse seguir o exemplo. Tentei de tudo, mas o clube da Covilhã por falta de verbas e apoio do Município devido, segundo o que sei, à falta de cumprimento por parte da Câmara Municipal da Covilhã na verba que está em falta para com o clube, daí que, infelizmente tenhamos outra vez apenas 11 clubes a participar e sem qualquer colectividade, pela 1ª vez, do concelho da Covilhã. É um pena, mas enfim, é o que temos. Mas vou ainda tentar saber mais pormenores sobre esta não presença da ADE nas nossas provas seniores. Estou muito triste de facto com esta situação. pelo clube e pelo próprio município também". Concluiu Manuel Candeias.

Recordemos agora as equipas participantes  temporada 2017-2018:

Taça de Honra "José Farromba"

Primeiras duas jornadas - dias 10 e 17 de setembro.

Campeonato Distrital da AF Castelo Branco - Liga Bricomarché

1ª jornada - dia 24 de setembro:

Clube Desportivo de Alcains, Clube União Idanhense, Atalaia do Campo, Clube Académico do Fundão, Proença-a-Nova, Pedrogão de S. Pedro, Instituto Politécnico de Castelo Branco, GD Vitória de Sernache, Sertanense B, Vila Velha de Rodão, e União Desportiva de Belmonte.

Os sorteios realizam-se no próximo dia 21 de agosto às 21 horas na sede da AFCB.

Autor: Miguel Malaca in "Rádio Cova da Beira"

1 MILHÃO PARA AMPLIAR ZONA INDUSTRIAL

O Município de Penamacor viu aprovada candidatura ao Portugal 2020, no valor de um milhão de euros, para ampliar a zona industrial em seis hectares permitindo a criação de 18 novos lotes, alguns dos quais de média dimensão.

A confirmação deixada pelo presidente da autarquia penamacorense na reunião pública do executivo “finalmente o concelho, ao fim de tantos anos, passará a ficar em condições para ter capacidade de atractividade de investimento. Quando eu cheguei há quatro anos atrás a esta autarquia, o concelho, nesta matéria, estava completamente bloqueado porque tínhamos uma zona industrial completamente bloqueada, sem um único lote disponível para  atrair novo investimento”.
Um aproveitamento da actual zona industrial permitiu criar sete novos lotes que serão entregues aos investidores em Setembro “estão em fase de registo e no principio de Setembro vamos começar a distribuí-los pelos empresários que os solicitaram, são lotes pequenos que não permitem certo tipo de investimento, pelo que, esta candidatura é fundamental para que Penamacor possa desbloquear este processo, creio que o município terá condições para que a obra possa estar em execução física no início de 2018”.
Com a conclusão do plano de pormenor e a aprovação da candidatura, António Beites acredita que no início do próximo ano já será possível obras de infraestruturação no terreno, para ainda em 2018 começarem a ser distribuídos os novos lotes.

Autora: Paula Brito in "Rádio Cova da Beira"

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Penamacor: Colégio em obras para escola internacional

Os trabalhos pretendem melhorar as condições do antigo externato, que é propriedade da câmara.

A fachada do colégio já mostra algumas mudanças. Foto José Furtado/ Reconquista

A Câmara Municipal de Penamacor está a fazer obras no edifício do antigo Externato de Nossa Senhora do Incenso para receber a partir do próximo ano letivo uma escola internacional.
No primeiro piso estão a fazer algumas melhorias “até porque temos a plena convicção que a partir de setembro teremos a funcionar no espaço do externato uma nova escola internacional, com currículo de inglês”, espera o presidente António Luís Beites.
Os trabalhos são de substituição das caixilharias, pinturas, manutenção de tetos e pisos.
Estão também a ser construídos os muros de sustentação junto à fachada do edifício, que nas últimas semanas apareceram com inscrições em protesto pela ocupação da via pública.
“Temos uma requalificação integral prevista para aquele edifício mas apenas na segunda fase do PARU (Plano de Ação de Regeneração Urbana de Penamacor).
Neste momento estamos apenas a fazer uma pequena intervenção”, explica o presidente da Câmara Municipal de Penamacor. Segundo este trata-se de uma exigência da DGEstE, a Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares.
A câmara municipal ocupa o edifício há vários anos, primeiro como inquilina e desde 2014 como proprietária.
O projeto de instalação de uma escola internacional foi anunciado em abril deste ano em reunião camarária, com a intenção de arrancar com cerca de 30 crianças, abrangendo o 1.º ciclo.
Esta oferta pretende responder ao aumento da população estrangeira no concelho.

Autor: José Furtado in jornal "A Reconquista"